27 março 2009

Barragem Engº Duarte Pacheco



Construída no rio Caima, no lugar do Castelo entre 1936/42, a barragem do Castelo designada oficialmente Barragem Engenheiro Duarte Pacheco, em homenagem ao seu projectista.

É uma obra do Estado Novo, que tinha como finalidade aumentar a rentabilidade agrícola dos campos de Burgães e intensificar a indústria de lacticínios através da criação de prados permanentes.

A barragem, é constituída por uma albufeira que permite o armazenamento de 330 mil m3 de água de rega a utilizar no tempo da estiagem e por um dique de alvenaria com 24 metros de altura para queda livre das águas, bem como um dique misto de suporte ás águas da albufeira. A barragem e os canais custaram quatro mil e trinta contos suportados pelo estado, estando previsto o seu reembolso no período de 50 anos.

Para comemorar a edificação desta obra, bem como em memória do seu projectista foi colocado no enrocamento lateral da barragem um padrão de granito polido formado por um fuste de coluna.



Fonte: Junta de Freguesia de Rôge


UTILIZAÇÕES - Rega


LOCALIZAÇÃO

Distrito - Aveiro
Concelho - Vale de Cambra
Local - Castêlo
Bacia Hidrográfica - Vouga
Linha de Água - Rio Caima

CARACTERÍSTICAS HIDROLÓGICAS

Área da Bacia Hidrográfica - 38,5 km2

CARACTERÍSTICAS DA BARRAGEM

Alvenaria - Alvenaria
Altura acima da fundação - 28 m
Altura acima do terreno natural - 20 m
Cota do coroamento - 108 m
Comprimento do coroamento - 66 m
Largura do coroamento - 1 m
Fundação - Granito
Volume de alvenaria - 4 x 1000 m

DESCARGA DE FUNDO

Localização - Talvegue
Tipo - Através da barragem
Secção da conduta - d 1,0 m
Caudal máximo - 11 m3/s
Controlo a montante - Válvula adufa
Dissipação de energia - Inexistente

DADOS GERAIS

Promotor - Associação de Beneficiários de Burgães
Dono de Obra (RSB) - Associação de Beneficiários de Burgães
Projectista - JAOHA
Construtor - José Luís Fevereiro
Ano de Projecto - 1936
Ano de Conclusão - 1942

CARACTERÍSTICAS DA ALBUFEIRA

Área inundada ao NPA - 50 x 1000m2
Capacidade total - 408 x 1000m3
Capacidade útil - 330 x 1000m3
Volume morto - 78 x 1000m3
Nível de pleno armazenamento (NPA) - 108 m
Nível de máxima cheia (NMC) - 110 m

DESCARREGADOR DE CHEIAS

Localização - No corpo da barragem
Tipo de controlo - Sem controlo
Tipo de descarregador - Sobre a barragem
Cota da crista da soleira - 108 m
Desenvolvimento da soleira - 43,5 + 12,6 + 20,5 m
Caudal máximo descarregado - 312 m3/s
Dissipação de energia - Inexistente


Fonte: Ministério do Ambiente, do Ordenamento do Território e do Desenvolvimento Regional, Comissão Nacional Portuguesa das Grandes Barragens (CNPGB)







2 comentários:

Jorge Russo disse...

Muito bom post marcelo.
Parabens

Marcelo Sousa disse...

Obrigado pela visita.
Abraço